terça-feira, 28 de maio de 2024
- Anúncio -spot_img
InícioOrixás e Guias EspirituaisOração a São Lázaro e São Sebastião - Guardiões da Saúde na...

Oração a São Lázaro e São Sebastião – Guardiões da Saúde na Umbanda

Introdução

Na intrincada trama espiritual da Umbanda, onde a fé, a cura e a proteção se entrelaçam em uma dança sagrada, emergem dois patronos que se destacam como guardiões da saúde: São Lázaro e São Sebastião. Estes venerados orixás, sincretizados na Umbanda com profunda reverência, desempenham papéis fundamentais na jornada espiritual dos devotos em busca de bem-estar físico e espiritual. São Lázaro, o padroeiro dos enfermos e leprosos, é invocado para a cura e proteção contra doenças, enquanto São Sebastião, conhecido como defensor contra epidemias, emerge como um farol de esperança e saúde no universo umbandista. Neste mergulho nas águas profundas da espiritualidade umbandista, vamos explorar as nuances desses veneráveis orixás, desvendando suas histórias, rituais e a influência que exercem como baluartes da saúde na Umbanda. Além disso, será entoada a Oração a São Lázaro, um elo espiritual que conecta os devotos à busca pela cura e proteção. Que a jornada nos conduza aos caminhos da cura e da proteção, guiados pela luz de São Lázaro e São Sebastião.

Guardiões da Saúde na Umbanda: Orações a São Lázaro e São Sebastião

Quando a saúde está em jogo, a Umbanda invoca poderosas orações. A Oração a São Lázaro, padroeiro dos doentes, é recitada buscando recuperação e equilíbrio. Da mesma forma, a “Oração a São Sebastião”, protetor contra doenças, oferece esperança em tempos de aflição. Além das orações, rituais de cura complementam o tratamento convencional, utilizando rezas, ervas e banhos para restabelecer a harmonia do corpo.

São Lázaro na Umbanda – O Orixá da Medicina e suas Ligações com Omulu/Obaluaê

Em meio às tradições da Umbanda, São Lázaro emerge como um dos orixás de maior relevância, sincretizando-se de maneira íntima com Omulu/Obaluaê, o orixá da medicina que zela pelos doentes crônicos. Para além dessa faceta, São Lázaro também é reconhecido como o senhor dos caminhos, aquele que guia na passagem após a morte do corpo e que desempenha um papel crucial na cura de doenças e pestes. Neste artigo, aprofundaremos nosso entendimento sobre quem é São Lázaro na Umbanda, explorando sua história, sincretismo e suas correlações com Omulu.

Na Umbanda, São Lázaro desvela-se como um orixá de extrema importância, entrelaçando-se de maneira única com Omulu. Ele é reverenciado como o orixá da medicina, dedicado aos cuidados dos doentes crônicos. O ápice de sua devoção ocorre em seu dia especial, 17 de dezembro, quando os seguidores da Umbanda dirigem-se aos cemitérios para prestar oferendas e homenagens.

São Lázaro, além de sua associação com a cura, é aclamado como o guia nos caminhos após a morte do corpo. Seu domínio estende-se ao cemitério e à areia da praia, e sua conexão com Oxum, orixá da água doce, ressalta-se, representando fertilidade, maternidade, riqueza e amor.

História de São Lázaro

São Lázaro de Betânia, figura bíblica, ressurge nas narrativas do Evangelho de João, sendo ressuscitado por Jesus. É importante discernir entre São Lázaro de Betânia e seu homônimo leproso, personagem da parábola de Lucas. Ressuscitado por Jesus, São Lázaro vivenciou a passagem entre os mundos físico e espiritual, assemelhando-se a Omolú/Obaluaiê, guardião do portal.

Correspondências de São Lázaro com Omulu/Obaluaê

São Lázaro e Omulu/Obaluaê compartilham múltiplas correspondências. Ambos orixás são vinculados à cura de enfermidades e à transição entre os domínios físico e espiritual. A designação de Omulu/Obaluaê como o orixá da medicina que atende aos doentes crônicos ecoa a veneração dedicada a São Lázaro. Ressuscitados, ambos detêm conhecimento da passagem entre vida e morte, frequentemente evocados em rituais de cura e renovação.

Representação no Cristianismo: São Lázaro

No âmbito cristão, São Lázaro emerge como personagem bíblico ressuscitado por Jesus Cristo, mencionado no Evangelho de João, capítulo 11. Sua proximidade com Jesus, irmão de Marta e Maria, e sua ressurreição após quatro dias de morte, conferem-lhe o status de símbolo da ressurreição e da vida após a morte.

Sincretismo de São Lázaro com Omulu/Obaluaê

Dentro da Umbanda, São Lázaro sincretiza-se harmoniosamente com Omulu/Obaluaê. Este último, orixá associado à medicina e à cura de doenças crônicas, também se revela como guardião da passagem entre o mundo físico e espiritual. A crença na ressurreição de ambos solidifica-se, sugerindo que São Lázaro, por sua própria ressurreição, detém a capacidade de orientar e auxiliar aqueles que buscam cura física e espiritual.

Oração a São Lázaro na Umbanda

A Oração de São Lázaro na Umbanda constitui uma prece específica dedicada ao santo padroeiro dos enfermos e leprosos. Sua prática visa não apenas à busca pela cura física e espiritual, mas também à invocação de proteção contra enfermidades e malefícios.

A dinâmica da Oração de São Lázaro na Umbanda se delineia como um canal de comunicação entre o praticante e o referido santo. Através desta prece, estabelece-se uma conexão espiritual, solicitando a intercessão de São Lázaro para a obtenção de cura e proteção.

Quanto à execução e prática da Oração de São Lázaro na Umbanda, é recomendado escolher um ambiente tranquilo e reservado. O ritual inclui a ativação de uma vela branca, acompanhada da concentração nas intenções do praticante e a recitação da oração de São Lázaro, abaixo, completa esse ato de conexão espiritual e busca por auxílio divino.

Oh, São Lázaro, amigo fiel dos que sofrem, Padroeiro dos doentes, estendo a ti minhas preces. Rogo por tua intercessão junto ao divino, Para que a cura desça como bálsamo sobre este corpo. Com tua graça, oh São Lázaro, que superaste a enfermidade, Peço que as doenças se dissipem e a saúde retorne. Guia os médicos em seus esforços, Que possam ser instrumentos da cura divina. Oh, São Lázaro, exemplo de fé e resistência, Que tua luz ilumine os dias sombrios da doença. Que cada enfermo sinta tua presença acolhedora, E que a cura se manifeste, glorificando a divindade. Amém.

São Lázaro/ Omulu- Representação artística
São Lázaro/ Omulu- Representação artística

São Sebastião

No dia 20 de janeiro, celebra-se São Sebastião, que, na Umbanda, é reverenciado como Oxóssi, o soberano das matas e o caçador destemido. Nesse contexto espiritual, manifestam-se em terra entidades sintonizadas com sua energia, conhecidas como Caboclos. Para compreender esse fenômeno sincrético para os não familiarizados com a religião, é necessário uma breve explicação:

São Sebastião, figura católica, foi um soldado romano e guerreiro que sacrificou sua vida ao declarar-se cristão em uma época onde tal atitude era passível de pena capital. Oxóssi, por sua vez, é o orixá africano, introduzido no Brasil pelos escravos que, com sua fé inabalável, deram origem ao Candomblé. Os Caboclos são espíritos de ancestrais, que em vida foram índios, representando, na Umbanda, Oxóssi no sincretismo que equipara orixás a santos católicos, sendo São Sebastião um deles.

Na prática umbandista, todos esses elementos convergem para formar uma única energia vital, sustentando as comunidades urbanas. Recorremos a esses entes espirituais em busca de sustento e saúde, buscando orientação durante as giras onde médiuns em corrente “recebem” esses espíritos. Eles oferecem conselhos e passes, promovendo a cura do corpo e da mente. São retratos dos ancestrais aborígenes, detentores dos segredos das ervas, corajosos e defensores da natureza, cuja importância foi reconhecida e ensinada muito antes de se tornar um tema popular em meio às atuais emergências ambientais, evidenciando a sabedoria negligenciada do passado. Qualquer pessoa pode acender uma vela a Oxóssi, buscando saúde, abundância e a proteção dos Caboclos, invocando a força vital que sempre guiou a humanidade.

Oração à São Sebastião na Umbanda

São Sebastião, meu intercessor, vós que sofrestes os ferimentos e recebestes no corpo as flechas da indiferença e da vingança, sofrendo vil e infamante processo, pela glória de Nosso Senhor Jesus Cristo, dignai-vos a interceder para que possa obter do Altíssimo a graça de [pensar na graça que deseja a si ou a um ente querido, ou escrever suas iniciais ou a do ente querido], e ainda a graça da salvação da minha alma para vossa maior glória. Honra e glória vos renderei em todos os dias de minha vida. Amém. Saravá, Oxóssi! Salve meu pai!”

São Sebastião / Oxóssi - Representação artística
São Sebastião / Oxóssi – Representação artística

Perguntas mais Frequentes

Qual o sincretismo de São Judas Tadeu na Umbanda?

O sincretismo de São Judas Tadeu na Umbanda o associa a Xangô, o orixá da justiça e do equilíbrio.

Qual o sincretismo de São Francisco de Assis?

São Francisco de Assis é sincretizado com Oxóssi na Umbanda, sendo venerado como o protetor dos animais e da natureza.

Qual o Orixá  protetor das questões financeiras?

 

AMZ Incenso de

Casa Arole Incenso As Folhas Sagradas: Anti-Stress e Ansiedade | Aromaterapia + Óleos Essenciais + Florais de Bach por Diego de Oxóssi

Somos afiliados da Amazon. Se você adquirir este produto pelo botão abaixo, nos ajudará na manutenção deste blog.

5/5 | (1 votos)
João Carvalho de Luz
João Carvalho de Luz
João Carvalho de Luz é um apaixonado estudioso e praticante da Umbanda há mais de 20 anos. Nascido e criado no coração do Rio de Janeiro, João cresceu imerso na rica tapeçaria cultural brasileira, desenvolvendo desde cedo um profundo interesse pelas tradições espirituais do país. Formado em antropologia com ênfase em religiões afro-brasileiras, ele dedica sua vida ao estudo e à prática da Umbanda, buscando sempre aprofundar seu conhecimento e compreensão.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos mais lidos

Comentários

5/5 | (1 votos)